Como as grandes empresas implantam o Centro de Serviços Compartilhados (Parte 2)

Como isso funciona. O cliente traz o pacote de documentos para solicitação de empréstimo: RG, CPF, declaração de empresa atual de trabalho, etc. Por sua vez, os bancos tendem a fornecer o empréstimo o mais rápido possível, senão o cliente pode fechar o empréstimo com um banco concorrente. Para que isso não aconteça, o funcionário do banco digitaliza o pacote inteiro de documentos e o envia para o FlexiCapture. Depois de verificar que todos os documentos necessários foram digitalizados, o pacote reconhecido é enviado para o CSC.

A diferença principal entre os métodos já descritos do CSC é que cada documento específico é recebido por um operador de verificação determinado. Nenhum dos operadores consegue visualizar o pacote completo de documentos, o que por sua vez fornece a confidencialidade. Cada operador específico é responsável por apenas um tipo de documento (por exemplo, CPF). Por ser treinado a reconhecer documentos do mesmo tipo, o processamento é realizado muito mais rápido. E, conforme mencionamos acima, a velocidade nesse caso é muito importante. Depois da análise do pacote completo, os dados são enviados para o sistema do banco, onde o sistema já fornece a resposta final.

Esquema3

 

Esquema 4. Para front-office

Frequentemente, a empresa precisa processar um pequeno pacote de documentos na frente do cliente. Isso pode ser, por exemplo, um contrato de fornecedor de seguro, que deve ser verificado e assinado na frente do cliente. Neste caso, é utilizada uma página web de entrada de documento do FlexiCapture, que permite o acesso à funcionalidade de DataCapture através da interface web (é suportada por navegadores diferentes: Internet Explorer, Google Chrome, Firefox). O operador de entrada vai precisar apenas de um scanner e um laptop ou celular com acesso à Internet. Apos a digitalização, o documento é enviado para o servidor, é reconhecido, verificado em termos de qualidade de reconhecimento, complexidade de dados, preenchimento correto, etc., e enviado para o sistema da empresa.

Com esse cenário, o reconhecimento do documento é realizado no servidor, por isso é feito com a mesma rapidez do cenário clássico com a separação dos documentos.

Esquema4

Por exemplo, a solução do ABBYY FlexiCapture na web é utilizada em unidades de venda de um dos mais populares bancos na Rússia, o Alfa-Banco. Foi desenvolvido um cliente para digitalização de documentos – aplicativo web – especialmente para o banco, que não necessita de instalação do programa e pode ser acessado em qualquer computador através de navegador da Internet. As configurações de digitalização podem ser ajustadas centralizadamente, o que permite receber os documentos digitalizados na qualidade necessária e diminuir o gasto de tempo com administração da unidade.

Graças à centralização e automatização do processo de interação da matriz do banco e de suas unidades, a velocidade de processamento de documentos triplicou e a quantidade de erros em dados recebidos diminuiu significativamente. Além disso, os funcionários das unidades foram liberados de operações de rotina, o que lhes deu mais tempo para a resolução de tarefas mais complexas.

Depois da implantação do sistema, as unidades passaram a controlar o processo em todas as suas fases. Os gestores das unidades podem receber diferentes relatórios sobre o estado de avaliação dos documentos, quais unidades cometem mais erros, etc.

Independente do modelo de CSC escolhido, a implantação desse tipo de estrutura traz resultados positivos para o seu negócio, dando a oportunidade de atender os clientes de maneira mais eficaz, diminuir os custos com o atendimento e criar mais vagas de trabalho nas regiões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*