O ABBYY FineReader: review sobre o software OCR em português

ABBYY FineReader

ABBYY FineReader programa para OCR

é um software útil para aquelas pessoas que se encontram com a rotina de precisar converter  arquivos PDF ou documentos digitalizados via multifuncional (scanner) para arquivos de formato editável, tais como *.doc  *.docx (Word), *.txt (bloco de notas), *.xls, *.xlsx (Excel).

FineReader é um programa OCR (reconhecimento óptico de caracteres) altamente inteligente para a criação de arquivos eletrônicos pesquisáveis e editáveis a partir de documentos escaneados, PDFs e fotografias digitais.

A diferença para vários outros programas similares é que o FineReader reconhece arquivos de entrada em 186 idiomas, e os arquivos de saída, além de ser reconhecidos em qualquer idioma, podem ficar no mesmo formato da entrada: estrutura, fontes, tamanho da letra, parágrafos, etc.

A qualidade de reconhecimento do FineReader é tão alta que você pode até passar fotos tiradas do celular e o programa vai reconhecer sem dificuldades.

Vou mostrar aqui algumas variantes de uso do software e screenshots tirados do programa:

Interface Finereader Edilão Brasil

___

Logo depois de iniciar o programa você terá uma janela chamada “Tarefas rápidas”, as tarefas mais utilizadas que você pode precisar, por exemplo:
Tarefas rápidas Finereader

Digitalizar um documento e passar para PDF, ou, por exemplo, converter seu arquivo de PDF para Word, pois o formato PDF é o mais usado e seguro atualmente.

Mas nesse review vou contar sobre a tarefa mais comum: passar documentos digitalizados e arquivos PDF para Word e Excel.

Documento digitalizado para Word

Então, o primeiro passo:

Escolha em “Tarefas rápidas” o que você vai fazer, por exemplo, converter arquivo digitalizado TIFF para o Word:

____

Deixamos o FineReader ler o documento e vemos o resultado:

como FineReader converte para word

____

Na janela do lado direito você pode ver um preview do documento reconhecido com a mesma formatação original, já não como uma imagem, mas como um documento eletrônico que você pode editar sem sair do programa.

Marcado em cor azul as partes onde o FineReader teve dúvidas durante o processo de reconhecimento, pode ser por causa do formato de escrita do documento inicial, alguns espaços  a tirar ou colocar. Vermelhas do lado esquerdo são as marcas que o FineReader reconheceu como desenho e não converteu em formato editável.

Para salvar o documento em formato Word é só entrar em Salvar> e escolher Word na lista.

Fácil :)

Assim o documento ficou em Word:
como FineReader converte para word

___

Marquei com cor vermelha as duas zonas problemáticas que o FineReader não conseguiu reconhecer 100%.

Mas veja o resultado, é impressionante, não é?

Conversão de imagens tiradas da câmera do celular para Word:

Os primeiros passos são os mesmos: abra o programa, escolha em “Tarefas rápidas” o que é necessário, neste caso é “converter foto para o Microsoft Word”, e depois é só esperar o FineReader fazer o resto do processo sozinho.

A foto que o FineReader vai reconhecer foi tirada de uma revista com a câmera do celular Nokia N97 de 5 Mpx:

converter foto digital para word com FineReader
___

E assim é como ficou esse documento no Word:

resultado da conversão de imagem
____

Vou mostrar mais um exemplo, como o FineReader reconhece e-books em  PDF e os converte para Word:

FineReader deixa converter livro para word
____

Mais um exemplo com livro eletrônico em PDF que preserva as referências aos capítulos do livro. É possível manter os capítulos em formato HTML, o que ajudará às pessoas que costumam ler seus e-books no celular, com uma tela pequena.

Converter livros para html
___
livros em html

___

Com esses exemplos, espero que eu tenha conseguido mostrar que o FineReader tem um uso muito fácil, além de uma qualidade de reconhecimento excelente.

Hoje em dia existem duas versões mais atuais do programa: o FineReader 10 Professional Edition e o FineReader 10 Edição Brasil. A diferença entre essas duas versões é que a Edição Brasil reconhece somente línguas com caracteres latinos e a sua interface é completa em português do Brasil. Para pessoas que não precisam reconhecer documentos em idiomas que usam alfabetos com caracteres não-latinos, como por exemplo russo, tailandês, chinês, etc., é suficiente ter a versão brasileira pois o preço dela é pouco mais baixo que o Professional Edition. Mas se no seu dia-a-dia de trabalho você se encontra com documentos em vários idiomas, incluído línguas não-latinas, então sua opção é o ABBYY FineReader Professional Edition.

Lembre-se que o ABBYY FineReader economiza seu tempo: reconhecer uma página no FineReader demora 1 minuto. Fazer a mesma de novo a mão demora una 10 minutos no mínmo:

ABBYY FineReader

Se você quiser saber mais sobre o funcionamento do FineReader, deixe aqui sua pergunta e nós vamos montar um novo post mostrando passo a passo como o FineReader pode diminuir sua rotina do dia-a-dia.

 

15 thoughts on “O ABBYY FineReader: review sobre o software OCR em português

  1. herp

    é um programa bem útil, vou testar :)

    [Reply]

    Natta Reply:

    Muito obrigada pelo seu interesse!
    Se tiver dúvidas ou perguntas, estamos à sua disposição :)

    E….fique atento – nos fazemos sorteios de licenças de ABBYY FineReader e outros produtos de vez em quando

    [Reply]

    Reply
  2. Maira

    Valeu muito a pena ler esta publicação. Acabei de baixar a licença gratuita e estou muito satisfeita com o que conseguir fazer. Adorei. E fiquei interessada em saber como são esses sorteios de licença… pois pretendo utilizar muito este programa….
    Att

    [Reply]

    Reply
  3. Weberson Luiz Fernandes Garcia

    O ABBYY FineReader Professional Edition ou FineReader Edição Brasil, reconhecem texto manuscrito, tanto cursivo quanto em letra de forma?
    Desde já obrido

    [Reply]

    Natta Reply:

    Oi,
    O FineReader não reconhece texto manusrito! Nenhum dos softwares OCR podem fazer isso!
    Se você precisa de reconhecimento de letras manuscritas – precisa de softwares ICR. Más é uma tecnologia mais cara e pode extrair só alguns campos (por ex., desde faturas ou cheques, etc). A ABBYY tem soluções deste tipo, por exemplo, ABBYY FlexiCapture para extração de dados manuscritos

    [Reply]

    Reply
  4. Geder

    Ola,
    Percebo que a Abbyy tem atuação e personalizações para vários casos. Mas ONDE e com QUEM converso no Brasil (que não seja apenas venda) para expor minha situação e verificar se existe solução ?

    [Reply]

    Eka Reply:

    @Geder, olá! pode enviar e-mail para ekaterina@abbyy.com.br explicando a sua dúvida.

    [Reply]

    Reply
  5. Sergio Tinoco

    Gostaria de saber se o ABBYY – Brasil, atual já está conseguindo fazer reconhecimento de textos manuscritos.
    Obrigado pela atenção.

    [Reply]

    Eka Reply:

    Olá Sergio!

    Obrigado pelo seu interesse na ABBYY!

    Infelizmente, os nossos programas não podem reconhecer textos manuscritos.

    [Reply]

    Reply
  6. Juliano Ventura

    Excelente programa! Já usei vários outros e esse realmente é rápido e não perde a formatação. Ainda estou na versão 4 que veio junto com meu scanner e gostaria de saber se existe uma versão mais atual para o XP SP3 que ainda uso.
    Obrigado!

    [Reply]

    Eka Reply:

    Oi, Juliano
    Muito obrigada pela avaliação tao legal do nosso programa. A versão 4 é na verdade muito antiga…. Agora temos o FineReader 14 novinho que era lançado no mês passado. Infelizmente não suporta o XP (serve para Microsoft® Windows® 10 / 8.1 / 8 / 7). Também temos o serviço online na base de FineReader que vai funcionar no seu sistema operacional.

    [Reply]

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*